1 mês depois do plantio…

Estive na fazenda por mais 2 vezes depois da irrigação pronta e alguns pontos importantes já podem ser notados.

A pressão no sistema de irrigação como um todo precisa de monitoramento para se assegurar que todas as mudas estão sendo irrigadas corretamente. Como temos “várias variáveis”, é necessário uma análise minuciosa sobre possíveis problemas que estejam acontecendo e impedindo que todas as mudas recebam água.

Digo isso porque o sistema de irrigação ficou um pouco falho, principalmente nas últimas filas (mais afastadas da bomba) de mudas. Mas os problemas são simples de serem resolvidos e inclusive não aconteceram logo que instalamos tudo (ou seja, o trem já funcionou direito! Vai ter que voltar a funcionar, uai!!)

 


Bom… primeiro com relação as linhas (mangueiras) secundárias, que tem os gotejadores: elas foram esticadas e amarradas ao final, cada uma na sua estaca, quando fizemos o sistema de irrigação. Mas com o tempo (sol batendo sobre elas, dilatando as mangueiras, acomodação do solo arado, etc….) elas saem um pouco do lugar, fazendo com o que as mudas passem a não receber mais o gotejamento na posição correta. Consequência disso é a lentidão no desenvolvimento das mudas, já que a água está caindo longe de onde deveria.

Segundo: Encontrei também um pequeno furo em uma das linhas secundárias. Estava esguichando muita água por esse furo, o que alterava demais o gotejamento para aquelas mudas que estavam depois dele, deixando-as praticamente sem gotejo. Tive que cortar no local da mangueira onde havia o furo e fazer uma conexão com a junta específica para a manqueira. Esse negócio de ficar colocando borracha e não sei o quê lá pra vedar não tá com nada. Tem que deixar tudo bacana para evitar erros. Borrachas (gomas de câmera de ar, por exemplo) apertam demais a mangueira que é bem maleável e alteram a pressão do conjunto, mudando tudo.

Terceiro: em decorrência de tudo isso, umas 8 mudas de mogno brasileiro precisarão ser replantadas. Elas não estão completamente secas e mortas no chão, mas como ainda temos umas 300 mudas dessa espécie no viveiro mais sadias, achamos melhor já colocá-las para já evoluirem no campo.

Bom, feitos esses reparos, esperamos que volte a ficar tudo certinho.

A grande maioria das mudas estão recebendo gotejamento perfeitamente e se desenvolvem que é uma beleza. Não tirei fotos dessa vez, mas no próximo artigo mostro como está ficando. Não tem chovido por lá, mas o sistema está fazendo sua parte.

Abraço a todos e boa semana!

28 thoughts on “1 mês depois do plantio…

  1. Pessoal,

    Bom dia a todos. Gostaria primeiramente de parabenizar pelo site e as ricas discussoes que o mesmo apresenta.
    Estou preparando cerca de 10.000 mudas (4000 Mogno, 3000 Cedro Australiano, 1250 Cedro Bras. e 1750 Neen) para plantio em Sao Domingos do Prata – MG, regiao montanhosa (700 a 880m) e com cerca de 1100 mm de precipitacao anual. Temos 12ha pra plantio e tenho algumas duvidas:
    • Qual é o melhor espaçamento para plantio? Já que teremos desbaste aos 4 e 8 anos?
    • Para o plantio em consórcio, cada fileira deve ser de uma espécie, ou posso plantar misturado? Qual a melhor opção? • Como devem ser as covas de plantio? Profundidade e largura?
    • Adubação: Qual é a melhor formulaçaõ a ser usada? Podemos usar esterco bovino?
    • Estamos plantando numa regiao de montanha. Temos que plantar em curva de nível? Na mesma regiao se planta muito Eucalipto sem curva de nível
    • O terreno deverá ser arado e gradeado? Ou somente fazer as covas?
    • Quanto a irrigação: A irrigação por Gotejamento em montanha ajuda. O que vc acha? Na época de seca quanto de água deve receber cada planta?( estou pensando em 1 gota por segundo.
    Muito Obrigado e Grande abraço a todos

  2. Olá Guilherme…

    Primeiramete queria parabenizá-lo pelo blog, que é muito enriquecedor. Meu pai possui duas fazendas a 13km da cidade de Coromandel/MG, em ambas possuimos plantação de eucalipto…totalizando até o momento cerca de 700 mil pés plantados. Me interessei pelo mogno e penso em plantar uns 3ha, juntamente com meu irmão…estou fazendo uma longa pesquisa didática, e queria saber se na prática poderia visitar sua fazenda?!?!? Marcaríamos de ir eu, meu irmão e meu tio, que também vai querer plantar. Mas queria marcar o quanto antes, já que preciso de providenciar uma série de itens, antes de partir pro plantio. Meu telefone é (61) 9269-5104, e meu e-mail: jp_teixeirasantos@hotmail.com!! Aguardo uma resposta e desde já agradeço a atenção…Abraços

  3. Guillherme,

    Parabens pelo blog, estou acompanhando e esta sendo muito util para todos.

    Gostaria que me auxiliasse.

    Observei que as mangueiras adutoras são flexiveis e o tipo de gotejador que você usa se adapta bem à ela. Estou iniciando um plantio de Guanandi em Lagoa da Prata MG e utilizo a fita gotejadora com gotejo de 2 em 2 metros e muitos não estão no pe da planta, prejudicando o resultado. Onde poderia adquirir os gotejadores mostrados nas fotos e gostaria de saber também se eles podem ser utilizados na fita gotejadora ?

    Grato
    Marco Aurélio

  4. Olá, Cássio, vamos por partes:

    1) Espaçamento vai depender se depois você irá querer utilizar a área para criar gado ou plantar um café, por exemplo. Se for mesclar isso, talvez o ideal seria 4 x 4. Caso negativo, 3 x 2 ou 3 x 3. Tente manter o mogno entre faixas de neem e cedro australiano pois são bons repelentes de insetos e pode ajudar na prevenção da broca que destroi o mogno brasileiro.

    2) Covas de 30 cm de diâmetro x 40 ou 50 cm de profundidade. Irá depender um pouco do tamanho das suas mudas e como estão as raízes delas.

    3) Esterco bonivo é bom. Faça uma análise do solo para verificar qual componente está faltando e consequentente fazer uma correção. Isso pode impactar positivamente logo nos primeiros anos do seu plantio. Pessoal da Empraba faz essa análise.

    4) Nós aramos e gradeamos o nosso terreno. Deixamos a terra bem aerada para ajudar no enraizamos das mudas. Em seguida fizemos covas com as medidas sugeridas acima.

    5) Gotejamento vem suprir a falta de água numa região em determinado período, claro. Não estamos fazendo essa medida exata de água por planta em nosso projeto, mas irrigamos dia sim, dia não, durante 40 minutos. Creio que a frequência desse gotejamento por segundo, como sugeriu, seja realmente de 1 pingo. Isso já deixa a planta numa felicidades danada, precisa ver!!

    : )

    Abraço e sucesso para você.
    Continue conosco!

  5. Olá, João Paulo.

    Estamos com o projeto evoluindo bem e outros seguidores do Blog também me pediram para ver o projeto.

    Estamos querendo ter uma evolução maior das mudas para começar a mostrar para o público como está ficando. Creio que na virada do ano a gente já combine de ver isso com a turma ok?

    Vou te pedir para me lembrar disso mais no final do ano, por favor.

    Abraço e sucesso!! Muito obrigado pelos elogios.
    Continue conosco!

  6. Olá Guilherme, bom dia.
    Parabéns por acreditar que possamos fazer algo ao meio ambiente com a iniciativa do site. Gostaria muito de usar uma imagem hospedada neste site de muda do mogno retratada por você. Temos uma revista de meio ambiente, Com Ciência Ambiental, e fizemos uma matéria sobre a devastação das árvores nativas feita por pessoas praticantes de capoeira. Como o mogno é uma das espécies ameaçadas, queira ilustrar a matéria com esta imagem. Você permite que usemos a imagem? Independente da resposta, continue alimentando o site com preciosas informações. Um abraço, Nilthon Fernandes

  7. Olá, Nilthon.

    Obrigado pelos elogios e fico feliz de que algo nosso esteja servindo de referência para o trabalhos de todos.

    Deixo usar a imagem sim, desde que cite, claro a fonte (Mogno Brasileiro 2009- http://www.mognobrasileiro.com.br) e me envie um exemplar da revista para nós aqui apreciarmos, pode ser?

    : )

    Envio informações pessoais para envio por email assim que aprovar a idéia.

    Abraço e continue conosco!

  8. Olá Guilherme.

    Temos uma área estimada de uns 30ha, que podemos irrigar por gravidade, o que aconselha a plantar alem do mogno. O terreno tem altitude de 850m, no Norte de Minas.

    Abraços

  9. Olá, Renato.

    Provavelmente a questão da falta de chuva pode atrapalhar o plantio de algumas espécies bem valorizadas, apesar de sua área ter boas terras (creio eu).

    O Cedro Australiano é uma boa pedida ou talvez até o próprio Eucalipto. Estamos tendo em nosso plantio ótimos resultados com o Cedro Austriano e percebi (uma impressão visual) que ele tem uma resistência bem maior, comparando ao Mogno Brasileiro (com relação a falta de água, mesmo irrigando por gotejamento).

    Caso possa irrigar, seus problemas nesse sentido estariam sanados e uma gama maior de espécies poderiam compor aí seu plantio, como Guanandi, Teca, etc…

    No seu lugar, podendo irrigar, eu mesclaria Cedro Australiano e Mogno Brasileiro.

    Espero te ajudado.

    Abraço e continue conosco!

  10. tenho um plantio de mogno umas 920 arvores e coloquei um pouco de cedro australiano no meio do plantio,espacamento 4/4(adubei,calcario e esterco)covei 40/40.Gostaria de receber alguma informacao atual de manusei do meu plantio para um bom desenvolvimento das arvores de mogno.Vou irrigar esse ano de 2009 e ficarei grato pela forca.

  11. Guilerme, gosto de de ler suas orientações.
    Somos uma comundade indigena,procuramos uma atividade digna para o nosso povo, preferimos seja ao mesmo tempo ecológica mas rentável- sustentável- a terra na Chapada Diamantrina,semiárido aproximadamente 200 hc. Pergunto sua opinião:seria viável plantar sementeiras como forma de vender mudas?
    Abraço e agradeço pela resposta.
    Juvenal Payayá
    cacique.

  12. PRIMEIRAMENTE GOSTARIA DE PARABENIZAR PELO PROJETO E PELA INICIATIVA DE TROCAR SUAS EXPERIENCIAS COM TODOS ATRAVES DA REDE.
    EU INICIEI PROJETOS DE REFLORESTAMENTO EM OUTUBRO DE 2009, COM EUCALIPTO (13 MIL). E NA ÁREA DE 1,5 HECTARES PLANTEI GUANANDI, CANAFISTULA, BRACATINGA, ANGICO PRETO E VERMELHO, LOURO PARDO, ACACIA MANGIUM, ACACIA NEGRA, PAU MARFIM, PEROBA, CANJERANA, CEDRO BRASILEIRO E CANELA, TUDO 3X2, QUE SAO ESPÉCIES QUE SE ADAPTAM BEM AO CLIMA DE MINHA REGIAO, ESTIMANDO O PRAZO IDEAL DE CORTE ENTRE 18 E 20 ANOS.
    INICIEI UM VIVEIRO DE MUDAS COM NIM, GUANANDI, MOGNO BRAS, TECA, ACACIA MANGIUM E PAU BALSA, POREM, COMO SOU LEIGO NO ASSUNTO, ESTOU ME UTILIZANDO DAS INFORMAÇÕES ENCONTRADAS NA REDE, INCLUSIVE AS CONSTANTES EM SEU BLOG, QUE É DISPARADO O MAIS ENSTUSIASMADO E VIBRANTE LOCAL DA REDE SOBRE O ASSUNTO, DEVIDO AO REAL INTERESSE EM VOCES POR PRESERVAR O MEIO AMBIENTE E AINDA GANHAR DINHEIRO.
    PARABÉNS E CONTINUEM COLABORANDO COM INICIANTES COMO EU OU NEM TANTO, QUE SEMPRE ENCONTRAM NOVAS E ÚTEIS INFORMAÇÕES EM SEU BLOG.
    UM GRANDE ABRAÇO!
    ATT.
    MICHEL

  13. Olá, Michel.

    Caramba, quando eu crescer quero ter um plantio igual o seu.

    : )

    Que legal, viu. Parabéns!!!

    Poxa, fico satisfeito que caras simples como nós aqui estamos ajudando pessoas já bem evoluídas nos projetos como você.

    Sucesso no seu projeto (ainda mais, porque já está super evoluído) e no que precisar e pudermos ajudar também, estamos aí.

    Obrigado pelos elogios e continue conosco!

  14. Olá Guilherme

    Seu blog tem sido de muita utilidade pra mim…
    moro em Divino na zona da mata mineira,estou preparando 3000 mudas de mogno brasileiro, vou faze-las em agosto e planta – las em dezembro, gostaria de saber se posso plantar junto com o minha lavoura de café, se eu fizer covas 50/50 dá certo? por enquanto não vou fazer irrigação pois vai ser na época das aguas.
    grato e parabens pelo blog!!!!
    🙂

  15. Olá, Inimá.

    Não vejo problema em plantar como sugeriu. É preciso saber se as mudas que você tem estão com medidas para serem plantadas em 50/50.

    Existem vários fatores que interferem no crescimento das mudas e 2 deles são, obviamente, água e luz do sol. Quando se tem muita água e muita luz batendo nas mudas tem-se uma taxa de crescimento muito boa. A luz do sol forte com pouca água nas plantas (por muito tempo) pode matar as mudas (situação de seca mesmo…).

    Sendo assim, o cafezal que você tem pode servir de proteção (sombreamento) para o seu plantio nos primeiros anos (caso não tenha irrigação contínua), mas pode servir também de fator negativo para crescimento das mudas.

    Essa é uma análise que você precisa fazer: o sombreamento inicial do cafezal tras mais benefícios por dar sombra às mudas ou está tirando, na maioria do dia, a luz que as plantas precisam para crescer mais rápido?

    Li sobre isso numa pesquisa de mestrado que achei na internet e a idéia é basicamente essa…

    Lembrando que estou pontuando sobre as mudas evoluirem rapidamente, ou seja, mesmo que elas fiquem a sombra ainda sim irão crescer…mas talvez não na melhor taxa.

    Espero ter ajudado.

    Abraço!

  16. Olá Guilherme

    No caso a lavoura que eu tenho tem 12 anos de idade, esse fator de ela ser uma lavoura mais velha atrapalharia menos ou mais o mogno? em relação ao enraizamento do mogno atrapalha ou não? o café então tiraria muito a força do mogno ou é relevante para o crescimento? você tem me ajudado muito…
    🙂
    Grato

  17. olá, boa noite,

    estou querendo iniciar o plantio de mogno em ipatinga MG.Pretendo plantar pouco no começo, no máximo 2 hectares, será que uma região próxima a um brejo seria interessante? diminuiria a necessidade de irrigação?
    Alguém poderia me informar se existe algum informativo sobre o plantio? profundidade de covas, irrigação ideal, espaçamento entre mudas, manejo de pragas, locais ideais para plantar, como vender a madeira, documentos necessários para conseguir a licença, etc.
    Nossa região é montanhosa e faz muito sol praticamente o ano todo.
    Caso alguém possa me ajudar fico agradecido.

  18. Boa tarde Guilherme.

    Primeiramente parabens!

    Estou iniciando uma planatacao de mogno e cedro autraliano,ja comprei sistema de irrgacao para 2 ha, tenho uma vasta qtdade de terra para o projeto, mas mesmo assim vou comecar plantando de 2 em 2 ha a cada 6 meses, parar ter uma rotatividade na hora de colher.

    Estou com algumas duvidas e gostaria de sua opiniao, qual o espacamento q vc considera ideal se eu nao for plantar nada alem do mogno e o cedro australiano, deveria plantar o cedro intercalado com o mogno do tipo 1 mogno, 1 cedro ou planto o mogno no centro e o cedro no contorno, ou mais alem, 1 fileira de mogno e 1 fileira de cedro (para efeito de controle de praga)?

    grato pela atencao

    Valdir Nery

  19. Ola Pessoal,
    Tenho uma fazenda em Alto Paraiso-Go e gostaria de plantar uma arrea de 20 a 30 hectares, mas estou querendo saber se alguem poderia me informar acerca da documentacao necessaria para a obtencao da licenca e em que orgao. E se realmente e necessario a linceca ja que esta area se encontra desmatada.

    Grato

  20. olá a todos novamente. estou aqui hoje para fazer parceria com qualquer pessoa que deseje plantar mogno brasileiro ou qualquer outra espécie de árvore para madeira como neem indiano, teka, guanandi e várias outras. quem estiver querendo plantar me ligue, eu ofereço as mudas e a pessoa planta em sua propriedade, quando estiver em ponto de corte, o proprietário vende a madeira e eu fico com uma porcentagem do lucro á combinar, me liguem, meu celular é 34 99714210

  21. olá, estou fazendo um projeto para plantar o guanandi. Minha propriedade esta localizada no oeste de santa catarina, no inverno costuma ser bastante rigoroso podendo cair até 5 geadas no ano. O guanandi suporta a tal temperatura? Alguem já passou a experiencia de plantar o guanandi nesse tipo de região?
    Desde já, obrigado.

  22. Guilherme, boa tarde! Parabéns pelo blog, morro na cidade de Pedra Azul-MG e tenho muito interesse em plantar Mogno, gostaria de saber se posso plantá-lo na região do médio jequitinhonha, região de muito calor, seca, mas tem como fazer irrigação. Quanto mais sol e água melhor para o MOGNO? tem alguma referência para a compra da semente? desde já agradeço atenção. Abraço

  23. Guilherme, acho que seu problema de posicionamento dos gotejadores seria resolvido se você colocar aqueles microtubos saindo da linha principal até a cova… Assim, a linha pode se mover livremente, e os gotejadores ficarão no lugar sempre…
    PS: Quais as características da sua região? Altituce, temp média, chuva, etc…
    Bom trabalho, e que dê os rendimentos que você espera.

  24. Boa tarde prezado!
    Procurei em seu blog e não encontrei informações sobre a cova (profundidade, adubação etc…). Vc poderia me passar? Se possivel, envie também informações de adubações posteriores (periodicidade, quantidades e tipos de adubos/fertilizantes). Ainda, qual a quantidade diária de água necessária para as mudas plantadas no solo?
    Vou iniciar meu projeto ano que vem, se Deus quiser.
    Muito obrigado pela atenção.
    Igor

  25. Bom dia, gostaria de saber qual o procedimento legal a ser tomado para que eu possa plantar em meu terreno cerca de dois hectares de mogno. O terreno é de três hecteres e esta situado no cerrado em municipio de curvelo m g. É possível plantar dentro da lei para não ter dor de cabeça na hora do corte? A reserva legal ja foi demarcada e situa-se fora do meu terreno. Desde já agradeço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *