Problema após 2 meses do plantio do Mogno Brasileiro: baixa germinação

Completaram 2 meses após o plantio das primeiras mudas de mogno brasileiro no nosso viveiro (algo em torno de 200 mudas das 1200 totais). Estamos com um percentual de germinação extremamente baixo!!! Motivo: a maioria das sementes foram plantadas diretamente nos saquinhos de plástico e não na sementeira.

Tem ainda grande parte para nascer (1000 restantes) pois foram plantadas mais tarde. Mas estamos com medo já que a maioria delas também foi plantada diretamente nos saquinhos.




Então fica aí a dica importante: É NECESSÁRIO PLANTAR PRIMEIRO NA SEMENTEIRA, COM SOL DIRETO SOBRE ELA E IRRIGAÇÃO FREQUENTE. Sementes na sementeira com pouco sol podem apodrecer, devido ao excesso de umidade que pode ocasionar. Sementes que não recebem irrigação constante podem não germinar.

Esse foi nosso erro. A maioria não foi plantada na sementeira.

As sementes que germinaram estão perfeitas, em contrapartida. Estão crescendo rapidamente e não demonstram problema algum na sua estrutura.

Vamos comprar mais sementes e plantar novamente, agora claro, na sementeira. Nesse final de semana já iniciamos a construção dela. Ela será feita próxima aos viveiros e terá capacidade para 1000 sementes, em primeiro momento. Basicamente, ela precisa de areia e um pouco de esterco. Ao fundo, cascalho ou brita. Essa camada de areia misturada no esterco sobre a brita deverá ter algo em torno de 20 cm do solo. Para bichos não mexerem na sementeira (galinhas, etc) colocaremos uma tela em uma altura suficiênte para que não consigam alcançar a areia. Temos então uma sementeira bem rústica e de baixo custo.

A proporção areia x esterco é de 4 x 1, ou seja, para 4 carrinhos de mão de areia, 1 de esterco, por exemplo. Para as 1000 sementes, calculamos algo em torno de 10 carrinhos de mão cheios de areia.

Bom… esse é o artigo dessa semana. Ficamos tristes com a baixa germinação mas estamos cientes do erro ocorrido e já estamos providenciando o reparo no processo. O maior problema é o tempo perdido: esse não tem volta e conserto. Mas tamos nessa vida é pra aprender mesmo…
: )

Abraço a todos e até a próxima semana.

106 thoughts on “Problema após 2 meses do plantio do Mogno Brasileiro: baixa germinação

  1. Boa noite. Parabens pelo blog, muito prático. Gostaria de saber a profundidade de plantio das sementes na sementeira e no saquinho

  2. Obrigado, Paulo. Seja bem vindo!

    As sementes devem ficar algo em torno de 1 cm abaixo. É necessário apenas tomar cuidado na irrigação, principalmente na sementeira (onde a irrigação é mais constante pois a areia “suga” a água mais rapidamente) pois se a água bater na areia com alguma força, pode começar a retirar a camada de cima e deixar a mostra as sementes. Isso é indesejável.

    Após 45 dias para germinação, é necessário deixar algo em torno de mais 20 a 40 dias para que aconteça uma boa evolução das raízes na sementeira. Visto isso, migra-se cuidadosamente as mudinhas para os saquinhos, tomando extremo cuidado com toda a estrutura da planta.

    Deve-se notar até onde, em média, é o caule das mudas e até onde deve-se enterrar a raiz observando isso ao retirá-las da sementeira. Fazendo isso várias vezes vai se adquirindo experiência.

    : )

    Abraço e boa semana!

  3. Ola, Guilherme
    Eu e mais dois sócios também estamos no início de produção de mudas. Somos de Brasília e vamos plantar em Goiás. Entre muitos erros e acertos estamos caminhando… Abraço!
    Alexandre

  4. Boa noite,
    Minha família pretende a partir deste ano plantando mudas de mogno na nossa fazenda
    Mas não sabemos nada a respeito ainda.
    Somos pecuaristas mas estamos tentando investir em reflorestamento comercial.
    Se possível, gostaria de algumas informações sobre, por exemplo, como como preparar o solo, como e onde adquirir a sementes ou mudas, se preciso fazer algum projeto para ser apresentado a algum órgão governamental, previsão de custos, etc.
    Se puderem nos ajudar, qualquer tipo de informação já é de grande valia.
    Obrigada.

  5. Boa noite, Martha.

    Algumas das informações preliminares podem ser lidas nos links sugeridas nesse site:
    http://www.sementescaicara.com.br/smogno.html

    Nesse mesmo site (Sementes Caiçara) você consegue fazer pedidos de sementes e mudas de várias espécies, inclusive Mogno Brasileiro (eu sugiro esse site pelo simples fato de ter sido bem atendido, nada mais).

    : )

    Com relação a projetos, procure o IEF ou IBAMA para maiores informações a respeito do plantio na sua região.

    Abraço e continue com a gente!

  6. Ola,

    Vi no site que estao na cidade de Jequitiba/MG e tb tenho fazenda na regiao e interesse por plantio de reflorestamento.
    Gostaria de, se possivel, conhecer o projeto de vcs.
    Favor enviar contato.

  7. Aqui na Amazônia, onde o mogno é nativo, plantei nada menos que 100: só 2 germinaram. Acredito que foi por causa do excesso que água que coloquei.

    Nesse mês plantei uma única semente, e por incrível que pareça, nasceu. Estou com um envelope de 59 sementes descascadas, colhidas nessa semana, vou plantar nesse mês já no local definitivo.

  8. Pois é, Alan. Passei por isso também, mas com uma quantidade um pouco maior de sementes plantadas.

    Vamos tentar novamente o plantio agora, mas inicialmente passando TUDO por sementeira.

    Obrigado por postar seu comentário. Foi legal saber que mesmo aí na região nativa a coisa também não é fácil.

    Continue conosco aqui!
    Abraço!

  9. Guilherme,
    coletei algo em torn de 4000 sementes de Mogno Brasileiro, os frutos estão abrindo e 1/3 já das sementes já estão secas. Minha dúvida é se para o plantio na sementeira eu retiro apenas as asas, ou toda a casca, plantando apenas a semente “nua”.
    Pretendo plantar na região serrana do ES, numa altitude de 1000 metros do nível do mar.

    Abraços

  10. Eduardo,

    conversei com um cara aqui de Minas, o Juarez da Nova Florestal (http://www.novaesflorestal.com.br/) sobre isso há um tempo atrás.

    Ele me disse que sementes de Mogno Brasileiro são extremamente frágeis e apodrecem rapidamente, principalmente sobre excesso de irrigação.

    Então, a coisa acontece mais ou menos assim:

    1- Retire o tegumento (com bastante cuidado) de TODA a casca;

    2- Utilize uma sementeira com proporção de areia/esterco/fungicida na proporção 2/1/0,01 respectivamente. Esse fungincida pode ser Captan mesmo. Cuidado no manuseio!

    3- Após fazer essa mistura e formar seu substrato da sementeira, insira as sementes no solo em torno de 1 cm.

    4- Para molhar diariamente, utilize aspersores ou um chureirinho na ponta da mangueira, para que não caia água com força no substrato e descoberte as sementes.

    5- Molhe de 2 a 3 vezes ao dia, dependendo do clima na sua região.

    Abraço e boa sorte!

  11. Ola
    Estou interesada no plantio de mogno, tenho uma propriedade em Goias e gostaria de obter mais informaçoes. atenciosamente Maria

  12. Prezados,
    Em nosso viveiro de mudas, em Jaboticatubas / MG, iniciamos a produção de mudas de Mogno Brasileiro, no mês de setembro/2008. A germinação está sendo muito boa.
    Já temos plantas com tamanho em torno de 20cm, e todas elas mostram estar sadias com grande vitalidade, crescimento rápido. A germinação teve iniciou após 22 dias de semeadas.
    Grande abraço a todos.

  13. Olá, Luiz. Prazer tê-lo conosco aqui!

    Pelo que sei, começa pelo preço da semente: o mogno africano tem sementes com preços bem mais elevados que o brasileiro.

    Uma rápida descrição entre os mognos, inclusive com fotos ilustrativas, você pode ver nesse texto em inglês, traduzido no google:
    http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&langpair=en|pt&u=http://www.hobbithouseinc.com/personal/woodpics/mahogany,%2520african.htm&prev=/translate_s%3Fhl%3Dpt-BR%26q%3Dmogno%2Bafricano%26tq%3DAfrican%2Bmahogany%26sl%3Dpt%26tl%3Den

    Com relação a comercialização, pelo que ando lendo, o brasileiro parece ter maior valor. Não obtive explicação detalhado do porquê.

    Alguém sabendo explicar, por favor, nos envie! Isso é realmente relevante!

    Abraço Luiz e continue conosco!

    • Boa Tarde a todos, por favor verifiquem antes os parasitas e doenças que atacam o mogno Brasileiro em relação aos que atacam o mogno africano antes de investimentos de tempo e dinheiro , a matéria já foi amplamente discutida inclusive no globo rural revistas especializadas , abraço a todos .

  14. Olá, Guilherme,

    Em agosto plantei 118 sementes in loco, justamente no lugar onde ficarão permanentemente, nem em pote, nem em sementeira – nas próximas semanas revisitarei o local e verei como estão.

    Recentemente recebi pouco mais de 100 sementes: plantei apenas cerca de 20, 15 já são mudas – desta vez foi só em sementeira com alto teor de nutrientes, minhocas e bastante húmido (por incrível que pareça, creio que a humidade foi um dos fatores de fracasso da primeira tentativa).

    Agora tenho um projeto mais ambicioso: plantar alguns milhares de mudas para cultivo racional em escala – o BASA tem um FNO só para silvicultura, com prazos atraentes (até 144 parcelas, sendo no máximo 8 anos de carência) e juros até que bons (0,7% ao mês).

    Como está a legislação com relação ao corte de mogno oriundo de reflorestamento?

    Queria também ter melhores noções da tora com relação à sua idade – sei que aos 5 anos ele já tem valor de mercado.

    Caso haja resposta, por favor avisa pelo e-mail: alan_lemos@hotmail.com

    Abraços

  15. P.S.:

    “Queria também ter melhores noções da tora com relação à sua idade – sei que aos 5 anos ele já tem valor de mercado.”

    * >> “Queria também ter melhores noções do preço da tora com relação à sua idade – sei que aos 5 anos ela já tem valor de mercado.”

  16. Em abril deste ano, começamos a fazer algumas mudas de mogno em sementeira. A primeira remessa da sementeira foi um sucesso. Porem qdo chegou maio/junho não tivemos o mesmo sucesso ( germinaram pouquissimas. Será a mudança do clima?

  17. Olá,

    tive bastante sucesso na obtenção de mudas de mogno ao colocá-las para germinar em papel próprio para germinação (feito de algodão), que absorve bastante água, mantendo-as úmidas. Praticamente 90 porcento das sementes tiveram a emergência da radícula em 1 mês. Depois dessa etapa, é so passá-las para sacos plásticos.Ao passá-las para o saco plástico, não as cubra com terra, apenas insira a radícula no solo.

  18. Olá,

    Algum comentário dos mais envolvidos na áerea a respeito da proibição da comercialização do mogno conforme o Carlos alertou ?

    Investir 20 anos para ser proibido de colher a aposentadoria é devastador :)

  19. Olá.
    Gostaria de saber quando eu preciso procurar o IEF. Posso ir plantando minhas mudinhas? Para certificar minhas árvores, elas têm que ter sido plantadas com algum critério especial?
    Adorei esse blog. Parece que estou vendo amigos conversando e na verdade são totalmente estranhos.

  20. Olá, Meelee!

    Obrigado pela visita e continue conosco.
    : )

    Com relação ao IEF, é interessante procurar pois eles irão te orientar onde será sua melhor área de plantio. Você precisa ter essa orientação do melhor lugar pois se plantar perto de áreas de preservação da sua fazenda, poderá perder o que plantou.

    Você pode ir plantando sim suas mudas, claro! Existem vários comentários no blog dando dicas de como fazer isso.

    A partir do momento que você planta em um lugar certo (sugerido pelo IEF, por exemplo), que não está dentro do seu percentual de preservação nem perto de rios, córregos, etc., você já está plantando legalmente. Além disso, é muito óbvio se perceber que o seu plantio de mogno brasileiro estará homogêneo, agrupado, no seu terreno, dando clara noção de que seu plantio é comercial.

    Converse sobre isso também no IEF (sobre o corte futuro e como se resguardar que poderá mesmo vender/cortar) para que você tenha plena confiança no que está fazendo.

    Abraço e continue conosco! Espero ter sido útil.

  21. Bom dia, estou interessado no plantio de mogno e já estou planejando a compra de algumas mudas, gosataria de saber qual é o melhor período mais adequado para o palntio, e se ha algum problema de plantar em épocas com menor incidência de chuvas?
    Abrigado!

  22. mogno consorciado com cedro australiano, qual espaçamento viavel.Mogno brasileiro ou africano. Onde comprar sementes de qualidade a preços baixos. Mudas nas sacolas ou tubetes.Viveiro sombreado com qual tipo de tela. Mudas aptas para plantio com quanto tempo e qual época ideal para plantio.
    Agradeço antecipadamente

  23. Olá, Rafael.

    Plantio do Mogno Brasileiro precisa de cuidados assim como qualquer outro, claro. Irrigação é um item importante.

    Se sua região não é previlegiada com relação a chuvas, vale a pena talvez pensar, nos primeiros 3 anos, sobre uma irrigação por gotejamento ou coisa do tipo.

    O melhor período por certo na época de chuvas, dentre dezembro a março.

    Abraço!

  24. Olá, José.

    A semente de mogno africano é extremamente cara. Vá no mogno brasileiro!

    : )

    O consórcio para essas 2 espécies é uma ótima idéia, inclusive ajudando a não deixar densa demais o plantio de mogno brasileiro, dificultando um pouco na chance de ter a broca do mogno. O espaçamento pode ser 3 x 4 para uma se tornar depois silvopastoril ou, caso queria apenas visar o lucro com a madeira, 3 x 3.

    Estamos plantando com tubetes e estamos com ótimo nível de aproveitamento das sementes. Nas sacolas tivemos uma perda um pouco maior.

    Utilize sombrite de 30% ou 20% de bloqueio para o viveiro. Irrigação de 2 a 3 vezes ao dia, em períodos de seca. Molho na quantidade sempre certa, sem encharcar demais.

    Plante as mudas em tubetes em setembro e passe-as para o solo em fevereiro ou março, por exemplo.

    Abraço e continue conosco. Obrigado pela visita!

  25. Olá, Rafael.

    Faça o seguinte: misture em torno de 1 quantidade de esterco com 1 quantidade de areia (conforme o tanto de sementes que deseje plantar).

    A germinação acontece em torno de 3 semanas (as primeiras) até 4 ou 5 semanas (as mais atrasadas).

    A sementeira pode estar aberta ao sol e a irrigação precisa ser constante, MAS NÃO DEIXE ENCHARCAR DEMAIS, POIS AS SEMENTES PODEM VIR A MOFAR! Isso já aconteceu comigo e perdi algumas sementes!

    Uma vez que nasceram e já tem em torno de 10 a 15 cm, passe para sacolas plásticas. As sacolas podem ficar protegidas em um viveiro com sombrite com proteção de 20 a 30%.

    Irrigação correta (nem demais, nem de menos) também para as mudas nas sacolas, ok?

    Ficando craque aí no plantio, volte e nos conte como foi!

    Abraço e continue conosco!

  26. Olá, Rafael.
    Gostaria de saber se o plantio das mudas for feito em local onde recebe pouca sombra, existe a possibilidade de a árvore emitir muitos galhos e diminuir a produção de madeira nobre.
    Abraço!

  27. Prezados,

    Gostaria de iniciar o cultivo de mogno na Zona da Mata Mineira, onde posso encontrar material técnico, para me ajudar com o início dessa empreitada? Alguns dos comentários anteriores foram de grande valia… Muito Obrigado.

  28. Olá, Rafael.

    Na verdade, a planta tende a “esticar” demais seu caule, deixando a qualidade da madeira um pouco comprometida já que tenta o tempo todo encontrar quantidade de luz suficiente para seu metabolismo normal. Nessa tentativa de esticar, o tronco acaba ficando um pouco comprometido.

    Durante o período de produção das mudas é inclusive aconselhável que fiquem em sombra moderada, mas ao adquirirem idade para ser plantadas (depois de uns 3 meses ou mais de germinação) precisam começar a receber maior intensidade de luz (não se coloca imediatamente no sol aberto, não! Pode danificar as plantas!) até que elas realmente se acostumem com o sol que haverá em campo aberto. O ideal é fazer isso gradativamente (iniciar deixando as mudas em lugar que recebe sol apenas por 2 ou 3 horas no dia, por exemplo).

    Por outro lado, com as plantas já se desenvolvendo em campo, o sol é de extrema importância no crescimento. Existem pesquisas mostrando que o sol batendo diretamente sobre elas, mesmo o dia inteiro, levam a melhor taxa de crescimento. Claro, isso associado a boa irrigação.

    Espero ter solucionado sua dúvida.

    Abraço e continue conosco.

  29. Olá, André.

    Companheiro. Creio que nesse blog você poderá encontrar relatos de partes importantes que envolvem esse projeto, pelo menos na parte prática.

    Quanto a dúvidas com relação a parte legal, sugiro que recorra a IEF, IBAMA ou EMBRAPA para melhor lhe informar. Procure também, se possível, um engenheiro florestal de confiança.

    Costumo pesquisar no Google a achar ótimos artigos técnicos. Tento ponderar cada um deles e chegar as minha conclusões também do que se melhor adapta as minhas necessidades na minha fazenda.

    Acho que é isso que deve fazer, ok?

    Qualquer outra dúvida, se eu puder ajudar…. fique a vontade para perguntar.

    Abraço e continue conosco!

  30. Olá, Marcelo.

    Iremos realizar o plantio, se tudo der certo, no final de abril. Estamos tendo problemas com trator para furar nosso reservatório de água e arar o terreno (o povo está muito enrolado para fazer os serviços, impressionante!) Podemos combinar sim de ver as mudas plantadas depois disso, seria um prazer.

    Abraço e continue conosco!

  31. Gostaria de saber como faço pra plantar as sementes de mogno brasileiro, retira toda a casca, ou planta com a parte redonda para baixo. Qual a melhor maneira de se plantar, para ter um melhor poder de germinação.

  32. Olá, Junior.

    Retire a casca sim. Pra facilitar isso, deixe as sementes dormirem de um dia para o outro num balde d’água e no dia seguinte, logo pela manhã, retire a casca com bastante jeito para não quebrar a semente.

    Plante as sementes em uma sementeira onde, de 100% , coloque 75% de quantidade de areia e 25% de quantidade de esterco. Quanto a posição, não vejo diferença.

    Obtive sucesso plantando dessa forma que disse.

    Outra forma interessante é plantar essas sementes em tubetes, com substrato próprio que se compra em casas de fazendeiro (por exemplo). Essa forma foi obtido o melhor dos resultados.

    Espero ter sido claro.

    Abraço e continue conosco!

  33. Boa tarde! Gostaria de saber o porque da germinação primeiro na areia, e depois transferir a semente germinada para o saquinho? Não posso colocar a semente antes de germinar direto no saquinho? Posso usar substrato para o plantio no saquinho? Vi em sites especializados, que devemos usar o sombrite de 50%. Ja aqui, vi pessoas dizendo que é melhor de 20 a 30%. Fiquei em duvida. Abraços!!

  34. Olá, Lucas.

    A germinação em um substrato mais aerado (areia e esterco), digamos, torna mais fácil para as sementes se desenvolverem.

    Tive problemas ao tentar plantar direto nos saquinhos com terra e esterco misturados (acho que o solo estava muito argiloso), com isso perdi muitas sementes.

    Pode usar substrato sim, mas se fizer muitas mudas talvez fique caro (se for usar esse substrato comprado).

    Com relação aos sombrites, preferimos os de 20% ou 30% pois não fica tão úmido dentro do viveiro e, além disso, as mudas já se adequam um pouco a intensidade do sol que haverá em campo. Vale lembrar que para ir ao campo depois, elas tem inclusive que ficar expostas direto ao sol por um curto período diário para depois sim ficarem direto onde for plantadas.

    Espero ter sido claro nas explicações. Se precisar de mais dicas, estamos a disposição.

    Abraço e continue conosco, Lucas!

  35. Olá Guilherme!

    Obrigado pela explicação;
    Só mais uma coisa, as mudas demoram quanto tempo para a germinação? Mais quanto tempo teria que ficar no viveiro para o desenvolvimento ideal? O tamanho ideal das mudas para sair do viveiro seria de 30 a 40cm? Estou pensando germinar as sementes direto no saquinho com substrato para mudas, esses comprados. Dando certo aqui, quero contribuir com vcs tbm! Muito obrigado.

  36. Boa tarde,
    Eu e meu marido plantamos acácia negra no RS. Um colega nosso, que é engenheiro florestal, sugeriu que nós tentássemos plantar o mogno brasileiro. Ele nos disse que teríamos que criar as mudas em um galpão (por causa do frio) que permita a entrada de luz, até que essas mudas completassem um ano e meio e depois transferi-las em setembro p a terra, distribuindo-as entre a plantação de acácia ( esta com 2 a 3 anos). Disse que, por causa do frio, o corte do mogno deverá ser feito somente com 30 anos.
    Vcs que já tem experiência no cultivo dessa espécie, acreditam que essa idéia pode dar certo?
    Desde já agradeço pela atenção e aproveito p parabenizá-los pelo maravilhoso trabalho de esclarecimento que vcs têm realizado.
    Laís

  37. Olá, Laís.

    Nossa experiência com Mogno Brasileiro está se dando por esse plantio inicial que vem sendo relatado nesse Blog.

    : )

    Nossas leituras têm mostrado que existe uma variedade grande de plantios consorciados e creio que a sua idéia não deva ter problema algum.

    Uma coisa é fato em tudo que lemos: é necessário um solo não enxarcado, sol e água. Parece básico, mas não é todo lugar no Brasil que é assim.

    Sugiro que procure se informar sobre as condições corretas da sua área e se há casos de sucesso por aí. Isso deverá ser suas principais dicas para tomar essa decisão, já que será um investimento a longo prazo.

    Desculpe não ter sido tão preciso na resposta, mas creio que a avaliação específica a partir de casos de sucesso aí junto a um pessoal entendido (embrapa, por exemplo) pode ser o guia para a idéia se viabilizar.

    Abraço e obrigado pelos elogias.
    Continue conosco e depois nos conte que decisão tomou!

  38. Ola, sou eng. florestal e trabalho com agricultura familiar e hj em dia em virtude do “bum” do reflorestamento varios agricultores querem reflorestar, inclusive com mogno.
    Vc acha qyue é um negocio economicamente viavel em se tratando de toda a problematica legal em cima do reflorestamento?
    Grata,
    Lena Flavia

  39. Olá, Lena.

    De modo geral as perguntas aqui acabam sendo voltadas para a parte técnica, mas no fundo, o que interessa é o que você está perguntando!

    : )

    Bom, creio que é viável sim. Desde que plantemos em áreas que possam ser legalmente utilizadas e anunciemos (através da criação de certidões, contratos, etc) aos órgãos responsáveis que o plantio se refere a uma reserva legal com fins lucrativos, acho que estamos justamente ajudando a preservar a natureza, oferecendo biomassa saudável, de qualidade e não retirada de reservas nativas de forma predatória.

    Creio que essa é a forma de deixar aqueles que roubam (da Amazônia e do resto da Mata Atlântica) de calças curtas, pois haverá fonte para consumo vindo da legalidade a ótimo preço.

    A questão (risco!) seria os governantes nos ajudare nessa iniciativa para salvar nossas matas… mas…. será que eles tem interesse em salvar? Será que não está bacana deixar como está pois eles também não lucram com isso?

    Esse é o grande risco do negócio: nossos governantes (leis existentes ou que podem surgir).

    Agora, viável é sim, principalmente para aqueles que já tem terra e pensam em um investimento a longo prazo, principalmente porque o plantio pode ser mesclado com gado e outras culturas (não deixando a terra parada por tanto tempo).

    É o que penso.

    Abraço e continue conosco!!

  40. Oi Guilherme,
    Muito obrigada pelas suas orientações. Continuo estudando o assunto e buscando pessoas que entendam do assunto.
    Se eu e meu marido conseguirmos um parecer favorável de um engenheiro florestal (que ache q o plantio é realmente viável e que a qualidade da madeira seria boa) e todas as licenças necessárias, iremos arriscar sim.
    De qualquer maneira, eu volto p contar o resultado daqui a alguns meses.
    Laís

  41. Bom dia. Estou iniciando uma pesquisa para analisar a viabilidade do plantio de mogno para fins comerciais. Sempre que tento obter informação sobre o tempo médio do plantio até o corte obtenho respostas divergentes, que variam de 15 a 50 anos. Gostaria de saber qual a média, de forma verdadeira. Se possível gostaria de que me indicassem alguma propriedade onde a madeira já está em ponto de corte e qu eu possa visitar. Outra questão que me interessa é saber se o plantio do mogno em uma área onde já existe eucalipto é viável. Pragas de uma cultura podem atingir a outra? Grato. Aguardo resposta.

  42. Olá, Waldir.

    Com relação ao tempo, isso irá depender das condições dadas as mudas para que cresçam.

    Se o seu solo é adequado (nem enxarcado demais nem pedregulhado demais, se na sua região tem um índice pluviométrico razoável, se você faz análise do solo para ver o que é preciso para corrigir problemas no mesmo, etc) você estará melhorando as condições para que as plantas cresçam.

    Estamos plantando com gotejamento, nossa área o sol bate forte sobre as mudas e um mantivemos um bom espaçamento entre as elas para que as copas das árvores no futuro também não fiquem juntas demais.

    Estamos pensando no corte entre 15-20 anos. Sabemos que o incremento de madeira, dados esses fatores, é bom.

    Não sei de plantios já bem desenvolvidos em propriedades aqui perto, Waldir, mas caso fique sabendo de algum entro em contato com você, ok?

    A possibilidade de consórcio com outras espécies (eucalipto, cedro australiano, Neem) é sempre bem vinda e é viável! Isso ajuda a manter um projeto com retorno financeiro a médio prazo também, além de evitar um pouco a questão da broca do mogno brasileiro, uma vez que o plantio não é completamente homogênio, só de mogno brasileiro.

    Com relação a praga, é possível sim que ataque várias ao mesmo tempo, mas isso varia de praga para praga. Essa do mogno brasileiro não ataca o eucalipto não, ou seja, é uma boa idéia plantar o mogno brasileiro com eucalipto.

    Espero ter ajudado. Continue conosco aqui no Blog!
    Abraço!

  43. Olá colegas, parabéns pela iniciativa de vocês. acho q tem ajudado muita gente.Estou querendo começar um cultivo de mogno brasileiro,tenho o terreno e a irrigação. Tenho algumas dúvidas estou querendo plantar 4000 sementes. Qual o tamanho ideal da sementeira pra essa quantidade? Qual a proporção de areia/esterco/fungicida? Como faço pra tirar as mudas do tubete ao plantar? Qaunto temmpo as mudas devem ficar no viveiro para serem plantadas no solo?
    Obrigado desde já

  44. Bom dia.

    Gostaria de saber como é que posoo fazer para ficar sabendo tudo sebre o mogno.
    Deste a cemente, forma de plantar, cultivar, e evitar pragas como abroca.
    Saber como posso ter uma arvore de mogno bem saudavel.
    Obrigado

  45. Olá, Elias.

    Leia todas os artigos que foram postados nesse Blog e por certo terá uma idéia ampla daquilo que pode ser feito em um plantio particupar.

    Informações específicas sobre sua situação (em seu terreno) podem ser esclarecidas com um agrônomo, por exemplo.

    Espero que consiga tirar suas dúvidas e realizar seu plantio.

    Abraço!

  46. Olá! Moro em BH e quero começar uma plantação. Poderíamos marcar de conhecer a sua plantação? Desde já agradeço a atenção.
    abraço!
    Luciano

  47. Bom dia,

    Parabéns pela iniciativa de valorização dos nossos recursos florestais! Sou engenheiro florestal e trabalho com o mogno a 5 anos, estou prestes a terminar minha tese de mestrado junto a Unesp, sobre crescimento e controle da broca do mogno em plantios comerciais, até o momento estou com ótimos resultados com um tratamento com 100% de eficiência em 3 aplicações anuais.

    Trabalho também na área de licenciamento e autorizações ambientais para reflorestamentos comerciais, ou seja, todas as precauçoes que temos que tomar para garantir o corte futuro da madeira.

    Não fosse a broca que ataca seus ponteiros, o mogno seria a principal espécie para silvicultura comercial, dado o valor de sua madeira e seu crescimento vigoroso.

    Atualmente dou continuidade as pesquisas com o mogno junto com a Embrapa Florestas, em fevereiro iremos plantar alguns experimentos.

    Em breve teremos ótimos resultados para viabilizar o cultivo do mogno em larga escala.
    Caso necessitem estou a disposição para serviços de consultorias, elaboração de projetos, mudas, sementes, licenciamento.

    Abraço a todos.

  48. Olá caro guilherme, lendo os comentários e suas respostas fiquei mais tranquilo, pois plantei 1500 sementes de mogno africano/brasileiro, e pelo que li creio que dentro de alguns dias já consiga algumas plantas.
    Compramos as sementes da empresa que vc falou, a caiçara, mas eles me recomendaram plantá-las com a casca, em pé, com a região mais espessa voltada para baixo, e ainda me indicaram cobrí-las com plástico. Disseram-me que quanto maior a temperatura e umidade, sem encharcamento melhor. agora vamos esperar. Já a semeadura do cedro australiano está me tirando o sono, plantamos 4000 tubetes e fomos viajar. Houve um problema com o irrigador e germinou somente 250 sementes. as outras cozinharam.
    Abraços

  49. Olá Guilherme, para você ver como não é simples essa história de reflorestamento.
    Nas fotos que vi no seu blog, notei que vc tem os cedros em tubetes.E o desenvolvimento deles, vc acha que estão indo bem?
    Nós temos cedros aqui que viraram bonsai, portanto nesse segundo plantio optei por; assim que germinado, transferi-los para saquinhos de 18×30, e em 1 mês tem cedro com mais de 35 cm.
    Abraços
    E se puder me dizer qual o método de semeio dos cedros, quantidade de agua, sol ou sombra. Ficarei agradecido
    abraços

  50. Olá, Alex.

    Nossa, os cedro australianos tem ótimo desenvolvimento. Aliás, percebo que são mais resistentes que os próprios mognos brasileiro, pelo menos no nosso projeto aqui…

    Passar para saquinho é dar opção de desenvolver mais e mais tarde um pouco plantar (claro que você sabe disso…). Isso é bacana quando não está com o terreno pronto para o plantio ou pretende-se plantar em uma área onde não vai haver irrigação.

    Nos tubetes quando plantamos da última vez, colocamos substrato Plantmax e 2 sementes por tubete. Os tubetes era aguados 2 vezes por dia (de manhã e final da tarde). Ficam em viveiro com sombrite de 30% por 1 a 2 meses. Depois, gradativamente, vamos tirando o sombrite para começarem a se adaptar ao sol forte.

    Não é bom tirar o sombrite durante todo o dia de uma vez, pois pode queimar as mudinhas (as folhas dão uma amarelada…).

    Espero ter ajudado.

    Abraço!

  51. Bom dia, Gustavo, estamos pretendendo plantar na região de Sacramento MG, numa altitude de 900 metros, a algum problema de altidude para este plantio do mogno brasileiro?

    Abraço

  52. Acabei de fazer 650 mudas de mogno, dividi em duas parte este plantio, estão com um alto índice de germinação.
    Gostaria de saber qual a distancia ideal entre as árvores quando forem transpalntadas.aguardo retorno.Grato.

  53. queria obter algumas informações (produtiva, comerciais, manejos, custos, corte,etc…) sobre o mogno brasileiro.
    desde já agradeco!!!

  54. Bom dia eu sou Eng Agronomo e também tenho mogno plantado em fevereiro, observei vosso comentario sobre a baixa germinção, eu também tive baixa germinação mas estou disconfiado que tenha sido a idade da semente pois a safra é em outubro e estas semente perdem vigor rapidamente, vou testar adquirindo semente em Novembro.
    Rogério Martins
    Eng Agronomo

  55. Olá, Fabricio Zeme Nogueira.

    Já li por aí que tem gente plantando na Bolívia e outros países da América do Sul. Minas Gerais é tranquilo de se plantar, claro, salvo condições adversas aí de brejos, solos extremamente arenosos e coisas do tipo que não fazem parte daquilo que mogno brasileiro precisa basicamente.

    Sucesso no seu plantio!

    Abraço!

  56. Olá, Jair Feitoza.

    Dê uma olhada com calma no blog e veja aquilo que lhe interessa. Aqui você encontrará a coisa na prática, ou seja, como nós iniciamos nosso plantio de Mogno Brasileiro, Cedro Australiano e Guanandi.

    Como aqui não tem todas as informações, sugiro que as “garimpe” na internet ou com empresas/pessoas da área. Com calma, já já, você estará bem informado.

    Abraço e sucesso!

  57. Olá, Gabriel

    Companheiro, plantar as mudas ou comprá-las prontas vai depender do seu tempo e $. É possível produzir as mudas e isso não é difícil, mas demanda cuidado para que elas fiquem boas. Olhe os artigos anteriores no blog e veja como fizemos. Caso prefira agilidade, compre-as.

    Alqueire mineiro, paulista, baiano, do norte?

    : )

    Também é preciso saber qual espaçamento entre as mudas irá adotar no plantio. Pense dessa forme você mesmo irá conseguir calcular! Sugiro espaçamento de 4 x 4. Veja como pode ser feito um bom espaçamento na prática nos nossos artigos anteriores aí no blog.

    Abraço e espero ter ajudado!

  58. Olá, Evaldo.

    No nosso plantio adotamos espaçamento de 4 x 4, pois iremos aproveitar o espaço entre as mudas para outros plantios (café, frutas, etc) ou até mesmo para o gado. Um terreno de parado por um bom tempo é prejuízo também, você há de concordar com isso.

    Pense no que quer com o terreno que irá plantar (se precisará dele ativo em uns 6 anos a frente ou não) e conclua qual será seu espaçamento.

    Vale lembrar que plantios densos demais podem levar ao aparecimento da larva e acabar com tudo. Não adianta ir com sede demais ao pote. Talvez pense no consórcio com outra espécie, como estamos fazendo aqui.

    Abraço e sucesso!

  59. estamos na Regiao da serra mantiqueira, altitude 800 metros,umdidade relativa do ar 8 meses/ano 65%,nivel pluviometrico 800 a 1100 milimetros/ano,distribuidos novembro a abril,temperatura amena.
    Pergunta: Haveria nescessidade de manter irrigacao para cultura do mogno, de maio a setembro???

  60. tenho um plantio de mogno africano,plantado em dezembro 2009, algumas mudas chega 2 mts, goataria
    saber qual adubo devo usar para engrosar

  61. Olá Guilherme,
    Sou do sul do Espírito Santo, e não tenho conhecimento de nenhum cultivo comercial de Mogno Brasileiro na região, mas estou interessado em fazer um pequeno cultivo consorciado com pastagem. Este site está sendo de grande valia a titulo de informação, mas gostaria de saber mais sobre a comercialização da madeira, quais são as principais regiões compradoras da madeira, como é feito a venda para o exterior, se é feita diretamente ou por meio de empresas, e quanto sai aproximadamente o transporte da madeira.
    Grato

  62. Olá Guilherme, sou de São Carlos e tenho uma empresa de Paisagísmo e reflorestamento e faço trabalhos de reflorestamento e atualmente possuo mudas de mogno brasileiro e teca. Estou iniciando um plantio em uma área da fazenda e gostaría de saber qual o espaçamento devo utilizar. Não pretendo fazer consociação com outra espécie para aproveitar melhor a área. Nesse caso, será que terei problemas com a broca do ponteiro ou posso controlar com praticas fisicas e químicas. Parabéns pelo Blog, estou aprendendo bastante com as discussões.Caio

  63. Boa tarde amigos,faz muito tempo que não encontro pessoas tão prestativas como vocês,parabens…Sou estudante do curso de Silvicultura, FATEC-Capão Bonito-SP, pretendo fazer TG com micropropagação do Mogno.quando tiver informação entro em contato,um abraço e parabens de novo,fique com DEUS…

  64. Olá a todos. Estou interessado em plantar árvores para reflorestamento com cunho comercial. Tenho 40 anos e sei que isso será para meus filhos colherem. No entanto não sei quais árvores plantar. Pode ser cedro, mogno brasileiro ou africano, enfim, por onde começo?
    Minha área é de 4 ha e fica na região de Lagoa Santa, MG.

    atenciosamente,
    Mauricio

  65. Olá, josé flávio brusinga.

    Não plantamos essa espécie de mogno e não vou arriscar. Creio que seja a mesma utilizada para plantio de eucalipto ou o próprio mogno brasileiro.

    Entre em contato com um técnico para buscar uma inforomação mais específica, se quiser mais segurança.

    Abraço e sucesso!

  66. Olá, Caio Seabra.

    O espaçamento pode ser 3 x 3 ou 3 x 2. Você pode controlar sim com essas práticas e deve. Tivemos problema agora com a broca. Vou fazer meu novo artigo aqui no site, com as fotos e até video, mostrando no que deu. Creio que mesmo com ela aparecendo, não iremos perder as plantas.

    Será necessário cuidado total com a broca, quando mais denso for!

    Nosso plantio aqui não é tão denso e deu isso, imagina um grande e denso. Será bem trabalhoso depois tentar tirar a broca na mão, além de causar danos a muda.

    Abraço e sucesso!
    Obrigado pelos elogios!

  67. Olá, Mauricio, blz?

    Você está perto da gente.

    Cara, se você puder irrigar e acompanhar o Mogno Brasileiro mais de perto, inclusive ficando atento a broca comprando o colocid (aplicando corretamente) o Mogno Brasileiro é a pedida mais rentável (pelo menos nos números $ que vemos falar).

    Agora, o Cedro Australiano tem se mostrado para nós aqui, como um investimento mais seguro e menos “enfrecalhado”. Não tem essa praga chata que acomete o Mogno Brasileiro e se sai bem inclusive em períodos de pouca chuva.

    Então, hoje, quando penso em plantar mais, analiso assim:

    1) tem como irrigar e consigo acompanhar bem o crescimento: -> Mogno Brasileiro;

    2) não tenho como irrigar e não quero correr tantos risco: -> cedro australiano com certeza.

    Essa é minha avaliação.

    Abraço e sucesso!

  68. Guilherme,

    A principio obrigado pelo resposta.
    Não temos como irrigar e o cedro que adquiri foi o brasileiro no entanto posso ainda trocar o cedro brasileiro pelo mogno já que o preço da muda não varia. Vc me acoselha a fazer isso?

    Outro ponto é se vc tem alguma experiencia no plantio da palmeira real imperial e areca? Qual a melhor fonte de consulta pra eu saber como plantá-las?

    Mais uma vez obrigado pela resposta.
    Vc disse que estou próximo onde é a sua plantação?

  69. Bom dia a todos!

    sou de Pongaí, interior de São Paulo, fiz o plantio de 2.000 mudas de Mogno Africano a 45 dia, em vistoria no local percebi que algumas mudas depois de pegas estão secando, a secagem das mudas se inicia no interior de uma das folhas (ex. como uma ferrugem) e se espalha para o restante da muda, secando a muda por inteiro.

    Ficarei muito grato se alguem me der uma orientação. Obrigado!

  70. oi guilherme, em tempo… vc saberia me dizer se a regiao de gov.valadares-mg é uma regiao propicia para o plantio do mogno? oque vc sabe a respeito ou onde posso obter informacoes

    Valeu!!! abraço e otimo fds

  71. tenho 2 halqueres de terra q gostaria de plantar na metade mogno e pinus.qual seria o espassamento de covas e fundura. e necessario adudar o solo antes

  72. Gostaria de saber como é feita essa retirada do tegumento e também sobre a construção da sementeira para o mogno …

    grato desde já …

  73. ola tudo bom, gostaria de uma informação sua ou de quem poder me ajudar, se plantar tireto na terra de cultura rica em minerais é uma boa opção?

  74. eu ja plantei mogno brasileiro a 23 anos as minhas arvores estão com mais de 30 m e não teve problema nenhum desses que vocês estão falando no site peguei a semente na mata do pará e plantei no chão puro e nasceu tudo depois mudei para varios lugares e nunca deu problema algum ja estão e dando sementes só não posso colher porque são alta demais.

  75. Olá,

    Tb estou interessado no plantio de mogno, conheci um produtor Rural em Roraima entusiasta do Mogno e desde então tenho pesquisado o assunto, este ano consegui convencer um amigo a mudar de planos de plantar eucalipto de investir e Mogno ele por sua vez convenceu mais outros dois e estamos estamos nos reunindo pra estudar melhor a possibilidade de investimento, estamos encontrando poucas informações a respeito do comercio de madeira, compradores, tratos culturais e doenças .
    Encontrei ontem o site da Associação brasileira de Produtores de Mogno Africano e fiquei mais seguro e alentado por existir um grupo organizado e mobilizado para produzir mogno de qualidade e para futuramente vender !
    Segue o link
    http://abpma.org.br/

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>